segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Amar Não É Pecado

Amar Não É Pecado

Luan Santana

Eu não sei, de onde vem
Essa força que me leva pra você
Eu só sei que faz bem
Mas confesso que no fundo eu duvidei
Tive medo, e em segredo
Guardei o sentimento e me sufoquei
Mas agora, é a hora
Eu vou gritar pra todo mundo de uma vez

Eu tô apaixonado
Eu tô contando tudo
E não tô nem ligando pro que vão dizer
Amar não é pecado
E se eu tiver errado
Que se dane o mundo
Eu só quero você

Eu tô apaixonado
Eu tô contando tudo
E não tô nem ligando pro que vão dizer
Amar não é pecado
E se eu tiver errado
Que se dane o mundo
Eu só quero você

Eu não sei de, onde vem
Essa força que me leva pra você
Eu só sei, que faz bem
Mas confesso que no fundo eu duvidei
Tive medo, e em segredo
Guardei o sentimento e me sufoquei
Mas agora, é a hora
Eu vou gritar pra todo mundo de uma vez

Eu tô apaixonado
Eu tô contando tudo
E não tô nem ligando pro que vão dizer
Amar não é pecado
E se eu tiver errado
Que se dane o mundo
Eu só quero você

Eu tô apaixonado
Eu tô contando tudo
E não tô nem ligando pro que vão dizer
Amar não é pecado
E se eu tiver errado
Que se dane o mundo
Eu só quero você

Ohh

Eu tô apaixonado
Eu tô contando tudo
E não tô nem ligando pro que vão dizer
Amar não é pecado
E se eu tiver errado
Que se dane o mundo
Eu só quero você

Eu tô apaixonado
Eu tô contando tudo
E não tô nem ligando pro que vão dizer
Amar não é pecado
E se eu tiver errado
Que se dane o mundo
Eu só quero você

Ohh

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Falta de Sentimento de culpa…




Talvez um dos piores sentimentos que existe… Algo que nós torna tão frios e recalcados que por vezes causa medo…
Há momentos em que a capacidade de amar, como por magia desaparece…
A cavidade onde deveria estar o coração, é tomada por uma camada de gelo glaciar… que nem o mais terno dos abraços consegue derreter.
Como a força daqueles objectos que deixam marcas tão profundas… Marcas que quando alguém chega depois não consegue apagar… porque tal como o pó nos móveis deixam a marca do objecto movido… assim fica a presença…
Morri em cada despertar. Em cada frágil desculpa…
Guarda, foge… mas continua a moldura, aquela moldura de notas vibrantes… Notas que foram construídas à meia-noite, um retrato que apesar do ar sério… solta sorrisos…
Falta sentimento de culpa… O eco de uma voz avisa, nunca a paixão teve forma finita…
Falta a culpa…

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

IMPOSTO ÚNICO DE CIRCULAÇÃO


IMPOSTO ÚNICO DE CIRCULAÇÃO
Atenção, a multa para pagamento fora do prazo passa de 15 para 25 euros.