sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

FRASE DO MÊS




"O homem que busca a fama, a riqueza e casos amorosos é como uma criança que lambe o mel na lâmina de uma faca... É como um tolo que carrega uma tocha contra um vento forte, corre o risco de ter o rosto e as mãos queimados."

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

ESQUIVA REALIDADE



Dizem os entendidos que a mente humana trabalha em diversas realidades ao mesmo tempo e que não temos consciência disso… (Curioso… como compreendo isso… ).
O nosso Cérebro é capaz de absorver mais informação do que podemos processar (dai a constante de erros que cometemos).
Mas então, porque somos continuamente criticados quando escolhemos navegar por realidade não – convencionais? Será porque existe o medo de conseguirmos mudar a sociedade??? Será por isso, que quando pensamos a margem do convencional, todos e tudo nós toma como lunáticos???
A conformidade, e o ser das grandes massas nunca foi muito a minha “onda”… todos criticam… (São pessoas Ignóbeis, e esses sim marginais…), porque por sermos das chamadas “pessoas das minorias, já somos alguém que deve ser erradicado da sociedade.
Eu tenho uma teoria muito simples... Todos aqueles que pensam diferente, e quando digo diferente, falo, em quebrar: - padrão, regras, e valores…entre outras coisas… São sempre desviados… mas esses sim, são os que tornam a sociedade, viva, capaz de evoluir… mas agora chega o problema… Evoluir…. Evoluir é uma palavra que os ditos normais, têm uma dificuldade muito grande em engolir… pois destroem os seus interesses, destroem a podridão, que lhes dá vantagem na vida…

Ora ai está porque “SOMOS” postos de lado…

Esquivança


PORQUE GOSTO TANTO DE TI…


1º Razões que a própria razão desconhece…
2º Telepatia, nos momentos chave…
3º A estranha forma de amizade :)

Para que razões… Gostamos porque gostamos ;)

.. 1-0... :)


quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

UMA IMAGEM…

Existem momentos graves na nossa vida, momentos que nunca deveriam existir.
“Uma imagem, vale mais que mil palavras…”, quem disse isto não era parvo de todo. Quando pensamos que está tudo bem, aparece uma imagem…
Sim uma imagem, uma imagem que em segundo muda tudo. Pode destruir toda uma vida, todo um sonho. Pode criar ilusões, pode terminar uma paixão. Pode destruir uma amizade.
Ilusão, isso mesmo… é uma ilusão a ideia que somos fortes e imunes a todo o que nós rodeia… Podemos ver tudo, sentir tudo… que nada, mas mesmo nada, vai alterar o que nos somos, e o que sentimos. Errado… Completamente errado…
Uma imagem, uma simples imagem pode ser o fim de tudo… Pode revelar que a nossa vida não é como uma casa de cimento, mas sim como um castelo de cartas…
É curioso… Sempre pensei, que era como o aço… nunca vergava… que asneira pensar assim… Mais uma vez bastou uma imagem para mudar essa ideia fixa que eu tinha … Ai… Que sono… Que vontade de nada ou pouco fazer…
Vontade. Querer, ser poder… palavras vãs, palavras secas… palavras que nada têm de real… E porque mais uma vez uma imagem… estava com vontade, queria… tinha o poder… e ao virar a pagina… outra imagem que me destruiu a vontade. Deixou-me sem poder… Deixou-me de braços subjugados, a uma letargia de morte…
Imagem… algo que nos torna fracos… que nos mata de vagarzinho…

R.S

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Entrada em vigor do novo Código do Trabalho

A Confederação da Indústria Portuguesa (CIP) considera que o novo Código do Trabalho vem perturbar a criação de emprego, o que em tempos de crise não faz sentido.
«Penso que o que está mal e vai ser revisto é o aumento do custo da contratação a prazo. Dificultar a contratação não é bom», disse o presidente da CIP, Francisco Van Zeller, à entrada do Conselho Nacional da Confederação da Indústria Portuguesa.
Novo código do trabalho entra hoje em vigor
No entanto, o responsável garante que há questões positivas na nova legislação que entra esta terça-feira em vigor.
«A revisão do Código do Trabalho já devia estar feita há muito tempo porque promove o diálogo e a concertação social. Isso é bom para combater a crise. Ao promover o relacionamento está no caminho certo», acrescentou aos jornalistas.
O responsável foi mais à frente e adiantou que ninguém sabe ao certo qual é o verdadeiro formato desta crise.
«As linhas de concessão ao credito nas empresas (PME investe) vão continuar a ser feitas, entre outras medidas».
Além disso, «penso que o Governo tem de continuar a apoiar o emprego, o sector automóvel e dar mais apoios particulares ao turismo, entre outros sectores que precisem de ajudas».- In Diario OL

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

FRASE DO MÊS

Primeiro levaram os comunistas, mas não me importei porque não era comunista.
Em seguida levaram alguns operários, mas a mim não me afectou porque não era operário.
Depois prenderam os sindicalistas, mas não me incomodei porque nunca fui sindicalista.
Logo a seguir chegou a vez de alguns padres, mas como não sou religioso também não liguei.


Agora levaram-me a mim e quando percebi já era tarde.”

– Bertolt Brecht (Dramaturgo alemão 1898-1956)

Explicações de Sócrates não foram suficientes


O processo Freeport está a abrir brechas na credibilidade de José Sócrates. A esmagadora maioria dos inquiridos na sondagem (61%) acham que o primeiro-ministro deixou coisas por esclarecer. E uma percentagem significativa (43%) não acredita que não tenha havido favorecimento.
José Sócrates já convocou a Comunicação Social por duas vezes, para falar sobre o processo Freeport. A primeira, há pouco mais de uma semana, na Alfândega do Porto. A segunda, no Palácio de S. Bento, residência oficial do primeiro-ministro, na quinta-feira passada. No entanto, e a julgar pela sondagem telefónica que a Universidade Católica realizou durante o último fim-de-semana, José Sócrates não convenceu os portugueses. Entre os 84% de inquiridos que ouviram falar do caso Freeport, a esmagadora maioria (61%) entende que o primeiro-ministro deixou coisas por esclarecer. Apenas uma pequena franja (18%) se sente completamente esclarecida.
Pior ainda, são também em maior número os portugueses que entendem que houve alguma espécie de favorecimento no processo de aprovação do Freeport. Quando confrontados com a afirmação de José Sócrates, segundo o qual não houve favorecimento, são 43% os que dizem não acreditar no primeiro-ministro. Quase o dobro dos que acreditam (23%). Sendo que um terço dos inquiridos (32%) não é capaz de opinar sobre matéria tão sensível.
Quando se cruzam estas questões com a identificação partidária dos inquiridos, os resultados são diferentes. Entre quem não tem simpatia por qualquer partido, como entre os que a têm por partidos de oposição, a desconfiança face a José Sócrates aumenta. Mas mesmo entre os simpatizantes socialistas se nota que a imagem do também secretário-geral do PS está fragilizada. Se é verdade que 45% dos inquiridos se sentem esclarecidos, são quase tantos (37%) os que não estão. Os que acreditam que não houve favorecimento são 48%, mas ainda há 21% que respondem em sentido contrário. Resumindo, apenas metade dos simpatizantes socialistas parece manter confiança absoluta no líder do PS.
Tendo em conta as respostas anteriores, facilmente se concluiria que a opinião sobre José Sócrates não seria a melhor por estes dias. Embora 50% não tenha registado mudanças (a sondagem não esclarece se a opinião era boa ou má), são muitos mais os que apontam uma mudança de opinião para pior (31%) dos que os que escolhem para melhor (8%).
No que José Sócrates parece estar a ser relativamente eficaz é na retórica sobre a "campanha negra" de que diz estar a ser alvo. A maior fatia de inquiridos (38%) está de acordo, embora se registe um empate técnico (36%) com quem não subscreve tal argumento. E, aqui sim, funciona em pleno a solidariedade partidária, uma vez que são 72% os simpatizantes socialistas que também alinham na tese da cabala.
Os dotes comunicacionais de José Sócrates ficam claramente confirmados nesta sondagem. Porque, independentemente do que pensam sobre o processo Freeport e sobre o envolvimento directo do primeiro-ministro, os inquiridos não penalizam a sua actuação neste assunto. Se excluirmos os que não sabem ou não respondem, a amostra divide-se rigorosamente ao meio entre os que acham que Sócrates tem agido bem ou muito bem e os que acham que tem agido mal ou muito mal.

Campanha "Jovens com cancro da mama"


"Jovens com cancro da mama" é o lema de uma campanha de sensibilização lançada hoje pelo Movimento Vencer e Viver para apoiar as jovens que sofrem desta doença, que, todos os anos, é detectada em 4.500 mulheres.


"O cancro da mama afecta muitas mulheres portuguesas e, cada vez mais, começa a ser detectado mais cedo e em mulheres mais jovens", disse à Lusa Conceição Matos, coordenadora da Região Sul do Movimento Vencer e Viver da Liga Portuguesa Contra o Cancro.


Lançada na véspera do Dia Mundial Contra o Cancro, a campanha tem como objectivo "sensibilizar, informar, apoiar e esclarecer as dúvidas de mulheres jovens que se encontram doentes com cancro da mama e que enfrentam problemas, na sua vida quotidiana, específicos da sua idade", refere o movimento em comunicado.


Sobrevivente de um cancro da mama descoberto em 1994, quando tinha 44 anos, Conceição Matos salientou à Lusa a importância desta campanha no sentido de dizer "a estas mulheres mais jovens que não estão sozinhas".


"Queremos ajudar estas jovens afectadas pelo cancro da mama a ultrapassar a nível emocional este período tão difícil das suas vidas, permitindo-lhes o encontro com outras jovens na mesma situação e dar-lhes informação sobretudo prática", sublinhou.


Para isso, o Movimento Vencer e Viver (MVV) criou um site

www.jovemcomcancrodamama.com– no qual estão compilados testemunhos das voluntárias, bem como vários contactos públicos que poderão ser utilizados para esclarecimentos de informação e para a procura de apoio emocional.


"Com esta campanha iremos auxiliar mulheres que numa fase precoce da sua vida se deparam com a problemática do cancro da mama", assegurando-lhes que "não estão sozinhas e que têm no Movimento Vencer e Viver um apoio para ajudá-las a lidar com os seus sentimentos e com a doença", salientou Conceição Matos. A coordenadora do MVV salientou que as mulheres portuguesas estão a receber a mensagem, passada tantas vezes, de que "é importante conhecer o corpo, fazer o auto-exame, o rastreio, a mamografia a partir dos 40 ou, quando o médico aconselhar, e ir ao médico uma vez por ano".


"A mensagem começa a entrar na cabeça das mulheres e começa a notar-se um maior conhecimento e menos medo. Por isso é que os casos também se detectam cada vez mais cedo", sustentou. A campanha irá divulgar a informação a nível nacional, através de cartazes, "flyers" e pequenas brochuras que serão distribuídos em hospitais e centros de saúde, pelos diferentes núcleos da Liga Portuguesa Contra o Cancro e do Movimento Vencer e Viver. Está também em preparação a divulgação da campanha, em todas as farmácias, através da colaboração com a Plataforma Saúde em Diálogo.


"Tendo em conta a vida diária de uma mulher mais jovem, todos os materiais oferecem a oportunidade de estas mulheres se informarem quanto à atitude a adoptar aquando de um cancro da mama", refere o Movimento Vencer e Viver, que conta com a participação de cerca de 240 voluntárias, que divulgam informação e dão apoio emocional às mulheres que sofrem de cancro da mama e seus familiares e amigos.

domingo, 1 de fevereiro de 2009

:( Tristeza :(...

"Ai de quem ama
Quanta tristeza
Há nesta vida
Só incerteza
Só despedida

Amar é triste
O que é que existe?
O amor

Ama, canta
Sofre tanta
Tanta saudade
Do seu carinho
Quanta saudade

Amar sozinho
Ai de quem ama
Vive dizendo
Adeus, adeus"

Vinícius de Moraes

TRISTEZA PROFUNDA

A despedida é um momento de tristeza , em que corações se preparam para viver uma saudade...
Saudade, sentimento que provoca uma tristeza dentro do fundo da alma… Loucura que mói, mata, destrói, tudo o que de bom existe dentro de nós…
Há quem diga que a saudade tem um pouco de estímulo e de alegria no seu íntimo, … Mas é mentira… A saudade é cruel e desleixada, que quero eu dizer com isto, revela-se sempre na pior altura, nunca se resguarda para quando estamos seguros de nós, é cruel pois, calca, recalca e volta a calcar, vezes e vezes sem conta…
É uma profunda dor crónica, sim é isso, é a melhor maneira de a definir, uma dor daquelas chatas que nunca passam…

“Dor relacionada a uma injúria recorrente ao organismo. Importante ressaltar a mediação central pela estimulação do segundo neurónio aferente. Esta condição pode manter a dor mesmo quando a injúria inicial já foi solucionada, sendo, por isso a dor crónica uma patologia em si.”

Tristeza profunda… é um sentimento, que nem todos têm o prazer de conhecer, mas passo a fazer uma breve apresentação da mesma, DOR AGUÇADA, QUE PRESISTE E É REGISTENTE A TODA A ALEGRIA QUE LHE É LANÇADA. BURACO NEGRA QUE RECOLHE TUDO DE BOM QUE TEMOS E TRANSFORMA EM RESSENTIMENTO. PESADO FARDO QUE NÓS É DEIXADO EM NORMA POR QUEM AMAMOS E POR QUEM NÓS AMA…

Em resumo sortudo aquele que não sente, aquele que vive sem a mácula de conhecer o sentimento…
Gostava tanto de ser inume a sentimentos “Pessoas felizes” pois deles é o reino da tranquilidade…
"A alma que não se abate, que recebe indiferentemente tanto a tristeza como a alegria, vive na vida imortal."

Olha os dentes ... lol

video