sexta-feira, 30 de março de 2012

terça-feira, 27 de março de 2012

Hoje é dia!


Sentimentos perdidos...

"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela."
Fernando Pessoa

domingo, 25 de março de 2012

Visita a Braga :)


A JS sempre a trabalhar. Um grande dia ;)
abraço a todos ;)

quinta-feira, 22 de março de 2012

Dia Mundial da Água


Declaração Universal dos Direitos da Água
Art. 1º – A água faz parte do patrimônio do planeta.Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos.
Art. 2º – A água é a seiva do nosso planeta.Ela é a condição essencial de vida de todo ser vegetal, animal ou humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura. O direito à água é um dos direitos fundamentais do ser humano: o direito à vida, tal qual é estipulado do Art. 3 º da Declaração dos Direitos do Homem.
Art. 3º – Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia.
Art. 4º – O equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende, em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam.
Art. 5º – A água não é somente uma herança dos nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como uma obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras.
Art. 6º – A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo.
Art. 7º – A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.
Art. 8º – A utilização da água implica no respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado.
Art. 9º – A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.
Art. 10º – O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.

quarta-feira, 21 de março de 2012

De maiorias Silenciosas percebemos nós

«Nos dias que correm basta ver e comparar como os gregos receberam a austeridade ou como os espanhóis se indignaram. Por cá baixa-se o tom de voz e muda-se rapidamente de conversa quando se fala dos sacrifícios, evita-se o contágio do activista que distribui panfletos, foge-se a sete pés do camarada de trabalho que não se cala e não se rende. Os que levantam a voz e mantêm direita a cerviz constituem uma minoria. A maioria é silenciosa. E no silêncio caberá alguma indignação mas acima de tudo muito medo.»
João Paulo Guerra no Económico.

10 Frases - de um bêbado :)


A nossa vista da Europa :P


DIA INTERNACIONAL DA FLORESTA


A descoberta de vida fora do Planeta Terra seria algo que simplesmente levaria a humanidade aos mais variados pensamentos, sentimentos ou quem sabe ao caos.Mas enquanto isso não acontece, vamos cuidar do nosso...Uma imagem vale mil palavras...

terça-feira, 20 de março de 2012

Fingertips 26 e 27 de Março | Teatro Viriato, Viseu| 21h30

Fingertips
26 e 27 de Março
Teatro Viriato
Viseu 21h30
Um pequeno gesto, mas um grande movimento!!
Os Fingertips lançam também nesta Tour o BILHETE SOLIDÁRIO.
Tem o preço simbólico de 8 euros em que parte da receita será depois entregue à APPACDM, Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental.O BILHETE SOLIDÁRIO vai acompanhar toda a Tour "2", a mostrar que pode divertir-se ao som dos Fingertips ajudando quem mais precisa.
Preço dos Bilhetes
Bilhete Solidário 8 euros em que parte da receita será revertida para a APPCDM
Bilhete Normal 12,50 €
Bilhete VIP 25€ + Meet and Greet com a banda no final do Concerto
Bilhetes à venda: local do concerto, www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Worten, C. C. Dolce Vita, El Corte Inglês, Casino Lisboa, Galeria Comercial Campo Pequeno, Lojas Viagens Abreu, C. C. MMM e C. C. Mundicenter. Informação/Reservas: Ligue 1820 (24 Horas).

Gazeta de Sátão


Ora aqui fica um pouco do que eu faço.
Com dia a todos :)

sexta-feira, 16 de março de 2012

terça-feira, 13 de março de 2012

Pensamento...



"Na natureza não existem recompensas nem castigos. Existem consequências."
Max Gehringe

O Amor, Quando Se Revela


O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pra saber que a estão a amar!
Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!


Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
> Porque lhe estou a falar...

Fernando Pessoa

As Drogas... vale a pena Ver

Paixão Crónica: AS COISAS QUE ODIAMOS EM VOCÊS



Ser português é um orgulho imenso, nem todos podem ter a sorte de nascer neste país a beira-mar plantado.
É uma Paixão Crónica que nem todos entendem, e muito sinceramente eu as vezes também não.
Tinha eu um ano de idade quando Portugal entrou na CEE, e foi ai que tudo começou…
O filme tem o titulo de “As coisas que odiamos em vocês”, e são protagonistas os países do norte da Europa, e quase que em atrevo a dizer todos os outros.
Eles saltam, pulam, dão mil e uma voltas e até conseguem ter uma nota artística sempre respeitável. Mas certo é, que somos sempre nos a jogar sozinhos, o valoroso jogo do coloca a cauda ao Burro.
-Entrámos na CEE, e permanecemos na cauda da Europa.
-Vieram os governos de Cavaco Silva, mais os milhões comunitários e querem adivinhar? Portugal continuou na cauda da Europa.
-O PS voltou ao poder. E Portugal manteve-se na cauda da Europa.
-A seguir, o PSD regressou ao governo. E Portugal na cauda da Europa.
-Temos o Presidente da Comissão Europeia e nem assim meus amigos saímos da cauda.
Mas agora vem a parte gira de tudo isto, os senhores do poder, e não vale a pena referir os nomes nem os países porque todos conhecem o “eixo”, parece que têm ciúmes… Ou talvez uma Paixão crónica por nós. Somos pequenos e pobres mas mesmo assim eles querem acabar com o país.
Dinheiro? Não querem emprestar e quando o fazem é com todas estas artimanhas que se têm visto. Poder? O que é isso… há muito e muito que ninguém sabe o que é.
Já tivemos vários governos, e todos, sem excepção, optaram por nos manter nesta situação. A verdade é que alguém lucra com isto… e é claro que todos sabemos quem são… são os tais protagonistas do filme que atrás referi.
Eu penso que temos a experiência, o talento e, pelos vistos, a vocação para estar sempre nesta situação. Será sensato que um país com o tamanho do nosso se aventure a ser grande?
Atenção, importante para já uma coisa, antes ser o último que ficar de fora… estar onde estamos neste momento não é assim tão mau… Pior será quando o “eixo” nos colocar do lado de fora.
Abraço a todos

A poupança



domingo, 11 de março de 2012

Álvaro Santos Pereira – O Homem, perdão…

Álvaro Santos Pereira – O Homem, perdão


Ouvir o Senhor Ministro Álvaro pode ser tenebroso, pois nada diz ou quando diz, nada se ouve. Convido a fazer um exercício simples, colocar o nome do Senhor Ministro num motor de busca e ver o que aparece…

Pois é meus amigos, pela primeira vez tenho de concordar com o PM Miguel Relvas, perdão Passos Coelho, começo a entender por que razão o primeiro-ministro lhe reduz as tarefas ao mínimo. No caso do plano para dizimar o emprego jovem, perdão, dinamizar o emprego jovem, este foi entregue a Miguel Relvas; as privatizações e as parcerias público-privadas a António Borges; a internacionalização a Paulo Portas. Em resumo, só lhe falta o nariz vermelho.

Aquele ar pacato do Álvaro a sua gentileza e simpatia, poderiam levar a pensar que era um bom homem, alguém em que os portugueses podem confiar. Mas não se deixem enganar, aquela cara de bom homem é apenas uma camuflagem para a falta de competência e de força que o Álvaro tem. Até me atrevo a dizer que apesar da idade o Ministro é um viçoso.

O Ministério da Economia é neste momento o que se pode chamar um “oásis-miragem”, ao longe parece a salvação, mas quando chegamos mais perto apenas vemos apenas mais deserto.

Álvaro Santos Pereira recebeu agora segundo diz o PM Miguel Relvas, Perdão, (não sei que se passa comigo hoje), o PM Passos Coelho a gestão dos fundos comunitários. Mas olho vivo Álvaro, pois parece que é apenas uma manobra para o Gaspar, mais tarde ficar com o cordão umbilical que ainda te liga a “vida”.

Não vejo que condições sobram a Álvaro Santos Pereira para continuar à frente da pasta da Economia e apensos, é sem dúvida o elemento menor importância. É uma espécie de Rainha de Inglaterra, que faz corpo presente no Governo mas que na realidade nada manda, nada pode.

Agora deixo um conselho ao Álvaro, deixa de te enganar a ti próprio, deixa de pensar que podes ser ministro, agradecemos o incalculável contributo prestado ao condado. Mas para a tua saúde moral e para o nosso bem,pede perdão e vai embora…