segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

família Simpson




HOJE É O DIA DA FAMÍLIA MAIS CONHECIDA DO MUNDO

A família Simpson é uma família de ficção da série animada de televisão Os Simpsons. Os Simpsons são uma família composta do casal Homer e Marge e de seus três filhos Bart, Lisa e Maggie. Eles vivem na cidade fictícia de Springfield, nos Estados Unidos, foram criados pelo cartunista Matt Groening. A família estreou em 19 de abril de 1987 no The Tracey Ullman Show, estreando na série em 17 de Dezembro de 1989.

domingo, 16 de dezembro de 2012

De Belém a São Bento…





Não sei o que custa mais, se a desesperante crise que assola o país… Se o simples parasitismo politico que tenho assistido…
Não consigo entender declarações que são feitas… Parecem apenas uma tentativa de afrontar um povo que já pouco tem a perder. Falta uma visão de progresso, falta a sinceridade necessária…
Apenas deslumbro uma tentativa cega de mudar. Uma tentativa sem planeamento… Um jogo pessoal de interesses…
De Belém a São Bento apenas deslumbro oportunistas, parasitas e outros que tais…
Silêncios que cortam como facas…
O passado ameaça voltar… E os defensores do futuro parecem perdidos num silêncio doentio…
Termino com a situação de um Homem de direita que nos dias que corre deve estar a dar voltas na tumba, de Tristeza…
“Saber estar e romper a tempo, correr os riscos da adesão e da renúncia, pôr a sinceridade das posições acima dos jogos pessoais – isso é a política que vale a pena: aventura lúcida da prossecução do bem comum na linha sinceramente tida como a mais adequada ao progresso dos Homens.”

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Da que pensar...



Após o "Acabado Silva" e a UE terem dado dinheiro a rodo para terminar com a produção de cereal e afins, parece que sempre é rentável...
Mas triste triste é ter 95% de dependência de cereais... VERGONHOSO...

"Recordes mundiais na produção de milho

No entanto, as áreas de regadio, com destaque para Alqueva, registou surpresas "francamente positivas" em certos domínios, segundo uma fonte da empresa que gere aquele projeto. No caso do milho, por exemplo, este ano foram cultivados 6000 hectares, no perímetro de Alqueva, com produtividades "das mais elevadas a nível mundial, da ordem das 21 toneladas por hectare", nota a mesma fonte.

Só na Bacia de Paris (uma das mais produtivas do mundo em milho, situada perto da capital francesa) se registam produtividades próximas das 18 a 20 toneladas por hectare.

No Ribatejo as produtividades no milho também foram elevadas, em alguns casos acima das 19 toneladas por hectare.

No caso do regadio de Alqueva, destaque ainda para a boa prestação do olival e da vinha."



Ler mais: http://expresso.sapo.pt/portugal-e-o-5-mais-rentavel-da-europa-na-agricultura=f773316#ixzz2EqkFQZm5

MAKE A WISH


segunda-feira, 10 de dezembro de 2012


Existem momentos em que um gesto… um simples gesto vale mais que todo o ouro do mundo.
Um simples sorriso… Só um…

Segunda...


sábado, 8 de dezembro de 2012

Importante...

O mais importante não é a força da pancada que você pode dar, e sim a força da pancada que você pode suportar, para levantar e bater de novo. (Rocky)

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Natal: A Troca do Bacalhau pela “Salsicha Alemã”


Como sempre, e apesar da crise instalada no país, o Natal chega a Portugal quase 2 meses antes do previsto.
            Grande alarido, grandes publicidades, como se nada estivesse a acontecer, o incentivo ao consumismo é uma arte milenar que parece ser imune à crise.
            Mas na verdade este nem é o maior mal que assola o país neste momento. O grande mal é o quebrar da tradição do Bacalhau, que parece definitivamente esquecido para ser trocado pela poderosa “Salsicha Alemã”.
            Portugal, apesar de ser um país cenário, com tradições enraizadas na sua alma, parece não conseguir resistir à poderosa máquina de marketing alemã. Se não vejamos:
            Em pouco mais de 3 anos e devido a “gestores” pouco patriotas, “gestores” que trocaram o bom bacalhau por uma ementa de origem duvidosa e que prejudica gravemente a saúde de todos os portugueses.
            A ementa é servida em pequenas doses, para manter o apetite aberto para mais mudanças no sabor.
            Neste caso e contrariamente ao que diz ditado, “o cliente tem sempre razão”, a ementa não é escolhida por nós e ainda temos de comer tudo direitinho porque, caso contrário, não comemos o restante.
            Visivelmente a máquina de propaganda está a destruir a velha tradição, felizmente ou infelizmente os portugueses parecem assistir a tudo isto serenos e pacíficos.
            Porém, existem outros países que estão na mesma situação, ou talvez pior, como é o caso da Grécia que apesar de comer a “Salsicha Alemã”, consegue não comer tudo, brincar, e deixar no canto. O engraçado é que mesmo assim recebem mais e mais variedades de ementa.
            Não sei se é uma questão de discriminação ou simplesmente a inutilidade dos seus “gestores ” ser menor que a dos nossos, mas uma coisa a certa: - ser bom “aluno” não é mais-valia.
            A indústria alimentar alemã parece ter aprendido que com a estratégia violenta de marketing 1914-1918 e 1939-1945, nada conseguem. Para quê ser violentos?… Quando se pode vencer pela gula.
            Mas como bons portugueses que somos, vamos continuar a ver o lado positivo. Pelo menos ainda temos ementa… Vamos ver até quando.

Um feliz natal para todos.

Natal é Sempre Que Um Governo Quer


Sexta-Feira


segunda-feira, 3 de dezembro de 2012