domingo, 15 de novembro de 2009

AMAR

Existem tantas definições…
Tantas formar de o viver, de o sentir,…
Antes de tudo quero dizer que eu penso que amar, não é a mesma coisa que amor.
Amor, é um sentimento frio, uma palavra muitas vezes usada informalmente, e erradamente… deveria ser uma das palavras mais difíceis e classificas de se dizer… Pois é algo de tão poderoso que pode levar as pessoas a fazer muito de errado.
Amar… Amar não… Amar é algo de mágico … E maduro, afável, transparente, tem que ser algo que toca… tem que ser aquele olhar que abre a alma…
AMOR, podemos ter, podemos não ter, é um sentimento ingénuo, egoísta, mimado… Algo que não dá para controlar… uma força dominada, pelo superior interesse do ego, e do capricho.
AMAR, é simplesmente o dar, o querer apenas ver o sorriso do outro, não pede nada em troca… é o saber, parar, o saber olhar, o saber deixar falar a alma, é tão puramente um olhar, um profundo olhar que mesmo que tivesse que morrer, apenas existia o sentimento de realização e felicidade…
É certo que um não pode viver sem o outro,” AMOR-AMAR, AMAR-AMOR”, era fácil se desse para existir um sem o outro… ERA TUDO TÃO MAIS FÁCIL


AMAR, É TER A FORÇA DE DEIXAR PARTIR A OUTRA PESSOA, POR A FELICIDADE DELA EM PRIMEIRO, MESMO QUE ISSO TRADUZA UMA DOR PARA O RESTO DA VIDA.

5 comentários:

Anônimo disse...

=)

ja fiz o qe me pediste!

Anônimo disse...

é verdade...amar também é deixar partir...mas é tão dificil saber o limiar entre o que é desistir de lutar e o "let go"

Anônimo disse...

ora bem... o maior problema é esse mesmo... "desistir de lutar", ou o "let go",,, nunca sabemos muito bem...

Odracir Sotnas disse...

Pois... parece que foi passada a mensagem...

sara disse...

Lindo texto! Por vezes temos deixar ir a pessoa de quem gostamos.